bg-mao.jpg

Trabalho digno

Um direito de todos

Você sabe quem fez as roupas que você veste? Este questionamento traz à tona uma profunda discussão sobre os impactos sociais da cadeia produtiva da moda. O setor, que ao mesmo tempo é um grande gerador de empregos, também é apontado pelo descumprimento dos direitos humanos e denúncias de exploração da mão de obra em todos os níveis.

Para evitar que casos assim aconteçam em nossa cadeia produtiva, mantemos um rigoroso programa de auditorias, visitas de inspeção e acompanhamento contínuo de fornecedores. Para 2030, novas metas ampliam o controle e dão ainda maior transparência às nossas operações.

Atualmente partimos do ponto onde possuímos 58% dos fornecedores avaliados, 61% dos fornecedores de matéria-prima e serviços auditados e 73% das facções certificadas ABVTEX.

p4.jpg

*foto tirada antes da pandemia

100%

de rastreabilidade e transparência das condições de direitos humanos na cadeia de fornecimento até 2030, com aplicação de tecnologia blockchain para tornar rastreável e pública toda a cadeia de fornecimento do Grupo Malwee.

de fornecedores críticos certificados e com excelência em direitos humanos até 2030.

100%

Tolerância zero para violação em toda a cadeia de fornecimento: trabalho análogo ao escravo, trabalho  infantil, assédio e estrangeiro irregular.

Estruturar ações internas para avançar na promoção do salário digno.*

*Essa meta será definida na revisão do Plano ESG em 2025.